Débora Cherubini

DÉBORA CHERUBINI
Fisioterapia & Estúdio Pilates

Pilates na Gestação: uma escolha saudável

Durante o período de gestação, o corpo feminino passa por várias transformações que têm como principal objetivo garantir a formação e a manutenção da vida que se forma dentro de seu útero. Uma forma de se preparar para esse período é a gestante conhecer melhor o que está acontecendo com seu corpo e, assim, conseguir identificar os padrões predeterminados da gestação pelos quais toda mulher passa, algumas com menos e outras com mais intensidade.

Pilates irá trazer mais conforto à sua gravidez e ao parto, com foco na estabilidade da musculatura postural e do assoalho pélvico, no fortalecimento e alongamento dos músculos. Ele melhora a concentração e permite desenvolver um melhor relacionamento com seu corpo ao exercitar-se.

Benefícios do Pilates durante a gravidez

  • Menor ganho de peso e adiposidade materna
  • Diminuição do risco de diabetes
  • Diminuição dos desconfortos da gravidez
  • Prevenção e redução de lombalgias
  • Fortalecimento da musculatura profunda da coluna (paravertebrais e multífidos), melhorando a estabilidade da musculatura postural e a resistência dos músculos do assoalho pélvico, evitando compensações posturais e dores.
  • Fortalecimento dos músculos abdominais (transverso do abdômen), proporcionando maior apoio das vísceras abdominais. A melhora na postura gera mais espaço para o bebê.
  • Os movimentos sendo iniciados a partir do “core” melhoram a circulação abdominal, o que é benéfico para o bebê.
  • Melhora a circulação e retorno venoso principalmente dos membros inferiores, prevenindo varizes e edemas.
  • A inspiração e expiração ativas e conscientes otimizam os alvéolos melhorando a captação de O2.
  • O aumento do relaxamento corporal, através dos exercícios associados com a respiração, transferem alguns benefícios ímpares à saúde do bebê em desenvolvimento.
  • Preparo para o trabalho de parto e o nascimento do bebê através do fortalecimento da musculatura pélvica e abdominal e do aumento da eficiência respiratória.
  • A prática durante e após a gestação promove uma boa recuperação do trabalho de parto e do parto propriamente dito, garantindo uma melhor recuperação de suas formas com o programa pós-parto.

Débora Cherubini